Nesse segundo livro, Davies documenta a estratégia utilizada, no Vaticano II, por um grupo de bispos e teólogos liberais para subverter o ensinamento católico, desde a mudança conseguida, logo no início do Concílio, em seu Regimento Interno para assim garantir a indicação de membros do grupo para posições de maior destaque nas comissões que elaboraram os textos conciliares, até a colocação de verdadeiras “bombas-relógio” nos documentos oficiais, isto é, passagens capazes de ser interpretadas em sentido modernista após o Concílio.

COMPRAR ONLINE


Preço: R$ 54,00

Descrição Completa

Este é o segundo volume da trilogia de Michael Davies: A Revolução Litúrgica na Igreja Católica. Publicado originalmente em 1977, o livro foi revisado e expandido pelo autor pouco antes de seu falecimento, no ano de 2004. Nesse segundo livro, Davies documenta a estratégia utilizada, no Vaticano II, por um grupo de bispos e teólogos liberais para subverter o ensinamento católico, desde a mudança conseguida, logo no início do Concílio, em seu Regimento Interno para assim garantir a indicação de membros do grupo para posições de maior destaque nas comissões que elaboraram os textos conciliares, até a colocação de verdadeiras “bombas-relógio” nos documentos oficiais, isto é, passagens capazes de ser interpretadas em sentido modernista após o Concílio. Também são demonstradas, com farta apresentação de fontes primárias e notável clareza e objetividade, as pressões protestantes sobre o Concílio (e como a Igreja foi levada a adotar uma política ecumênica de conciliação na qual a unidade é buscada à custa da verdade), a influência da imprensa e da maçonaria e a figura ambígua de Paulo VI à luz de sua afeição pela filosofia do Humanismo Integral. Trata-se de um documento indispensável para a compreensão do Concílio e de seu desdobramento sobre a vida da Igreja, o que afeta cada católico nos dias de hoje, quer o saiba ou não.

<< retornar ao catálogo